ARQUIDIOCESE
de Pouso Alegre

Mensagem do arcebispo na festa de Nossa Senhora Auxiliadora - por Pe. Andrey Nicioli


Todos os anos, o clero se reúne no seminário na segunda-feira posterior ao dia 24 de maio para celebrar a Padroeira do seminário arquidiocesano, Nossa Senhora Auxiliadora. Encontro esse que ocorreria neste 25 de maio. Nesta dia o clero também rende graças a Deus pelos padres jubilandos de cada ano, que em 2020 são: padre Mauricio Pieroni (50 anos de ordenação sacerdotal), padre João Batista Neto, cônego Wilson Mário de Morais e cônego Simão Cirineo Ferreira (25 anos de ordenação). 

Impossibilitados do encontro físico por causa da quarentena pela Covid-19, o arcebispo metropolitano de Pouso Alegre, dom José Luiz Majella Delgado - C.Ss.R., emitiu uma mensagem para todo o clero, seminaristas e fiéis da arquidiocese de Pouso Alegre. Ele lembra que "o processo formativo não foi interrompido com a quarentena do Covid-19. Foi apenas redimensionado. Pulsa a vida no Seminário. Há o silêncio na casa, mas não o da história. Temos a possibilidade de saborear e cultivar a intimidade desta casa vazia de pessoas, de poder rezar cada espaço, cada lugar e cada história presente e passada."

Leia a mensagem na íntegra:

"Caros sacerdotes, seminaristas, servidores e colaboradores do Seminário Arquidiocesano Nossa Senhora Auxiliadora 

Queridos padres jubilares: Pe. Mauricio Pieroni (50 anos de ordenação sacerdotal), Pe. João Batista Neto, Con. Wilson Mário de Morais e Con. Simão Cirineo Ferreira (25 anos de ordenação). 

Aos padres jubilares agradeço a fidelidade ao dom do ministério sacerdotal, que os faz depositários da misericórdia divina, e a perseverança na vocação, sinal vivo da certeza íntima de terem sido escolhidos para amar e servir o Senhor. 

Hoje comemoramos o “Dia do Seminário”. Pela primeira vez na história centenária do nosso Seminário não há possibilidade de participação no Tríduo em preparação para a festa de Nossa Senhora Auxiliadora e nem na comemoração festiva deste dia dedicado à Padroeira do Seminário.  

A pandemia provocada pelo Covid-19 e a consequente quarentena em que se encontra o Brasil e grande parte do mundo, obrigou a Igreja a suspender as celebrações de fé em comunidade. Porém, a Reitoria do Seminário, mesmo com os seminaristas ausentes da casa e sem a assembleia litúrgica, decidiu manter o programa do Tríduo em preparação para a Festa de Nossa Senhora Auxiliadora adaptando-o às circunstâncias do momento. O recurso aos meios de comunicação social e às novas tecnologias, sobretudo on-line, permitiu ao Seminário criar um “Tríduo virtual”.  Assim, a Reitoria do Seminário procurou encontrar modos de nos tornarmos presentes juntos das famílias, dos amigos e colaboradores do Seminário, dos seminaristas e seus familiares e juntos como presbitério da Arquidiocese de Pouso Alegre. A oportunidade revelou uma atitude criativa e resgatadora, uma lógica “todos por todos”. É isto que nos é pedido neste tempo adverso que todos atravessamos. E é este o caminho da sinodalidade

De um momento para o outro o nosso Seminário ficou vazio. Não é tempo de férias. Os seminaristas, por causa da quarentena, estão com seus familiares recolhidos em suas casas. Mas os nossos formadores criaram um plano de convivência on-line com os seminaristas. O processo formativo não foi interrompido com a quarentena do Covid-19. Foi apenas redimensionado. Pulsa a vida no Seminário. Há o silêncio na casa, mas não o da história. Temos a possibilidade de saborear e cultivar a intimidade desta casa vazia de pessoas, de poder rezar cada espaço, cada lugar e cada história presente e passada. No coração de cada seminarista e, acredito também, de cada padre, ausente deste lugar no dia de hoje, mas extraordinariamente presente nestes espaços vazios e, assim creio, no coração sempre disponível de Nossa Senhora, a Virgem Auxiliadora, tem a sua fecundidade na relação viva com Jesus, que nos chamou para servir o povo de Deus. Jesus garante-nos que a vitória está n’Ele, na oração e na confiança no seu amor misericordioso e bom.

Os dias que correm ainda constituem um risco. Por isso, no coração desta situação crítica, somos chamados a perseverar na oração, mergulhados na confiança em Deus que nos ama. Deus não nos desampara; Deus não nos deixa ficar sós e abandonados, longe do seu amor. Mesmo quando tudo parecia ruir, como Cristo na Cruz, venceu sempre o amor. Confiemos nesse amor

Renovemos no dia de hoje o empenho de propor corajosamente, pela palavra e pelo exemplo, o ideal do seguimento de Cristo, favorecendo aos jovens ao chamado à vida sacerdotal, uma resposta livre, pronta e corajosa, que torna operante a graça da vocação. 

Nestes dias de tribulação recorremos à Virgem Mãe Auxiliadora, pedindo a sua intercessão para que Deus, neste cenário de um mundo descuidado, adoecido e desumano nos conduza por um caminho mais adequado, a ser seguido pela humanidade em busca de um desenvolvimento sustentável. Que o Senhor aumente a nossa confiança e mantenha acesa a nossa esperança. E nunca deixe de enviar novas vocações ao nosso Seminário

Muito obrigado por todo o esforço de cada um dos nossos formadores e seminaristas para ajudar acontecer este “Dia do Seminário”, à porta fechada, mas com transmissão on-line. O Senhor os abençoe. Nossa Senhora Auxiliadora os ampare. Renovo minha proximidade a todos. Rezem um pouquinho por mim."



+ José Luiz Majella Delgado, C.Ss.R

Arcebispo Metropolitano de Pouso Alegre

Pouso Alegre, 25 de maio de 2020

 

 

 

 

 

Publicado no dia 25/05/2020