ARQUIDIOCESE
de Pouso Alegre

Centenas de pessoas participam de palestra com tema da CF - por Magson Gomes Batista


A conferência sobre “Meio Ambiente, Lixo Urbano e Eletrônico” foi realizada esta semana em Santa Rita do Sapucaí

Mais de 500 pessoas entre estudantes, empresários, pessoas da comunidade e agentes públicos estiverem presentes na conferência que abordou o assunto da Campanha da Fraternidade de 2017. A palestra  “Meio Ambiente, Lixo Urbano e Eletrônico na CF 2017” foi ministrada pelo Prof. Dr. Maurício Waldman, especialista em Meio Ambiente e Lixo.

Para o professor, é possível as pessoas se educarem no dia a dia e aproveitar melhor o lixo produzido em casa ou no ambiente de trabalho. “Há muito a ser feito para mudar essa prática. Do lixo produzido em casa, apenas 7% ir para o aterro sanitário. Todo o restante é aproveitável”, explica o professor.

O lixo orgânico, resultado da preparação de alimentos, vira adubo, o material seco (vidros, plásticos, papeis e metais) podem ser entregues a pontos de coleta.

Com o tema “Os biomas brasileiros e defesa da vida” e o lema “Cultivar e guardar a criação”, a Campanha da Fraternidade Caminho de Conversão Quaresmal, de iniciativa da CNBB (Confederação Nacional dos Bispos do Brasil), é ecumênica e propôs para o ano de 2017 gestos concretos para o cultivo do meio ambiente e cuidado comunitário social.

Em Santa Rita do Sapucaí o Grupo CF2017 reuniu leigos voluntários para, em atenção a esse chamado, promover ações de conscientização e sensibilização da comunidade. Diversas atividades já foram desenvolvidas como caminhada ecológica e plantios de mudas na cidade. No próximo dia 10 de maio acontece a conferência

 A CF 2017 propõe iniciativas de reflorestamento e conservação dos biomas e assistência às comunidades atingidas pela degradação ambiental. “Nós desejamos com a campanha da fraternidade deste ano despertar os cristãos, todas as pessoas de boa vontade, para a admiração, para que da admiração nasça o cuidado e o cultivo com a obra de Deus”, afirma Dom Leonardo Ulrich Steiner – secretário-geral da CNBB.

Segundo Cláudio Orlandi Lasso, membro da Pastoral da Comunicação do Santuário de Santa Rita de Cássia em Santa Rita do Sapucaí e um dos articuladores do Grupo CF/2017, o grupo se organizou e planejou um conjunto de, aproximadamente, 20 ações na cidade, sendo as primeiras de sensibilização e de engajamento das pessoas e entidades da comunidade.

Ainda, de acordo com Lasso “a conferência do Prof. Waldman, será fundamental para informar e incentivar toda a comunidade santa-ritense, instruindo e mostrando o que cada um – como cidadão ou entidade – pode fazer em prol do meio ambiente no nosso micro-bioma de Santa Rita do Sapucaí e, desta forma, com as orientações e indicações do Prof. Waldman, o Grupo CF/2017 espera desenvolver maior massa crítica nas pessoas, criando nelas uma nova cultura, propondo formas mais sustentáveis para produzir e consumir recursos.

 

Publicado no dia 12/05/2017