ARQUIDIOCESE
de Pouso Alegre

Paróquia de São Cristóvão comemora dia do padroeiro dos motoristas e viajantes - por Magson Gomes Batista


Domingo terá a procissão motorizada, saindo do bairro São João indo até a Paróquia São Cristóvão.

No próximo dia 25 é comemorado o dia de São Cristóvão. Em Pouso Alegre as festividades para homenagear o padroeiro dos motoristas e viajantes já tiveram início na semana passada. E neste domingo será o dia principal das comemorações, com a tradicional carreata motorizada e bênção das carteiras e motoristas e missa solene.

São esperados cerca de 700 veículos na carreata que vai sair às 13h30 do CAIC do bairro São João até a igreja Matriz de São Cristóvão, no bairro São Cristóvão. Uma equipe prepara o local para acolher os motoristas. A Imagem do santo será transportada no caminhão do Corpo de Bombeiros.

"Então será um momento festivo de encontro de pessoas não só da paróquia porque a procissão envolve pessoas não só de Pouso Alegre, mas de cidades vizinhas. vai ser um momento de confraternização, de alegria e muita devoção, fé e piedade em louvo a São Cristóvão nosso forte padroeiro", diz padre Fábio Leão, pároco na Paróquia de São Cristóvão.

Após a chegada da carreata na igreja matriz haverá bênção dos carros. em seguida será celebrada a missa solene, por volta das 16h.

No dia 25, dia de São Cristóvão, será celebrada uma missão solene.

 


Legenda TESTE

História do santo

Padroeiro dos motoristas e dos viajantes, protetor dos perigos das águas, tempestade e pragas: hoje vamos apresentar a história de São Cristóvão. O santo que é celebrado no dia 25 de julho pelos católicos.

Sua história é envolta por uma lenda: relatos dão conta de que era um exímio guerreiro, alto e forte, que servia ao rei de Canaã. Porém, com mania de grandeza, procurou aquele que julgava ser o maior senhor de todos e foi servir a Satanás. Porém, mais tarde, descobriu a verdade: era Jesus, o verdadeiro ser superior, a quem devia sua devoção. Assim, ao invés da grandeza, Nosso Senhor pregava a bondade ao próximo e tinha aversão ao demônio.

Dessa forma, São Cristóvão decidiu servir ao povo, ajudando a quem lhe pedisse para atravessar as margens de um rio, já que era alto o suficiente e dotado de grande força.

Certa noite, um menino pediu a São Cristóvão que o carregasse ao outro lado do rio. Porém, quanto mais avançava, mais pesado ficava o menino, que disse ao homem que levava aos ombros o peso do mundo! Por fim, com muito esforço, após um tempo, os dois atingiram a outra margem, ao que o gigante exclamou:

“O mundo não é mais pesado do que tu!”

O menino lhe respondeu: “Tu levaste sobre os ombros, mais do que o mundo todo – levaste o seu Criador! Eu sou o Jesus que tu serves!”

Longo tempo se passou e São Cristóvão começou a ser invocado pelos condutores de veículos e viajantes, pois o homem que dedicou a vida a transportar pessoas, tornou-se símbolo para uma viagem segura.

Publicado no dia 21/07/2017