ARQUIDIOCESE
de Pouso Alegre

Província Eclesiástica inicia Semana de Liturgia - por Pe. Andrey Nicioli


Teve início na última segunda-feira, 24, a I Semana Provincial de Liturgia da Província Eclesiástica de Pouso Alegre, com a participação de membros das Dioceses de Pouso Alegre, Guaxupé e Campanha. O encontro, que tem a parceria da Faculdade Católica de Pouso Alegre, ocorre na Comunidade Sol de Deus, em Itajubá, refletindo o tema "Sacramentos de Iniciação Cristã e Liturgia". A semana de estudos se encerra no próximo dia 28. 

O encontro teve início com o almoço e em seguida a acolhida dos 92 participantes. Após o momento de acolhida e entrosamento, foi recitado o Ofício de Abertura e, em seguida, o Arcebispo Metropolitano, Dom José Luiz Majella Delgado - C.Ss.R., proferiu uma mensagem a respeito da importância dos Sacramentos de Iniciação Cristâ na vida da Igreja.Logo após, Padre Vanildo de Paiva partilhou sobre o tema geral, encerrando o dia com o filme " A Matemática do Diabo" e reflexões que nortearão as temáticas que serão discutidas ao longo da semana.

O objetivo é aprofundar a riqueza dos Sacramentos do Batismo, Crisma e Eucaristia, em suas dimensões teológica, litúrgica e pastoral. 

"A reflexão sobre a iniciação à vida cristã entrou na agenda da Igreja do Brasil não como um tema a mais, entre tantos desafios pastorais, mas como a grande questão a ser pensada. As Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil 2015-2019 (documento 102 da CNBB) consideram a Igreja como “casa da iniciação cristã”, e recorda que a iniciação não se esgota na preparação do sacramento do Batismo, Confirmação e Crisma, mas se refere, principalmente, à adesão a Jesus Cristo. Por isso mesmo, nossas comunidades precisam ser mistagógicas, isto é, capazes de conduzir os novos cristãos e todos aqueles que já estão no caminho ao mergulho no Mistério de Deus (cf. n. 43)", afirmou um dos organizadores do evento, padre Vanildo de Paiva. 

Ainda segundo padre Vanildo, Liturgia e Iniciação Cristã estão intimamente conectos.

"Não se pode falar de iniciação sem falar da Liturgia, pois ela sempre esteve intimamente ligada ao anúncio do Mistério Pascal, sendo ela a principal transmissora e cuidadora da fé de cada cristão. Se 'rezamos o que cremos, e cremos o que rezamos', consideramos a Liturgia dimensão essencial da vida cristã, enquanto anuncia e realiza a relação íntima entre o querigma e a mistagogia, isto é, entre o anúncio permanente do Deus que nos ama e nos salva e a experiência aprofundada desse amor no nosso dia a dia", concluiu. 

 

 

 

 

Publicado no dia 25/07/2017