ARQUIDIOCESE
de Pouso Alegre

Muticom 2017 se encerra em Joinville - por Pe. Andrey Nicioli


As partes de estudos, reflexões e oficianas do 10ª Mutirão Brasileiro de Comunicação (Muticom) se encerrou na noite desta sexta-feira, 18. Cerca de 800 pessoas de todo o Brasil estiveram reunidos em Joinville (SC) desde a última quarta-feira, 16, no Centro de Exposições, onde puderam participar de palestras e partilhas sobre o tema "Educar para a Comunicação".  A organização foi da Comissão para a Comunicação da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e da Diocese de Joivinlle. Da Arquidiocese de Pouso Alegre participaram o Coordenador de Comunicação/ Pascom, padre Andrey Nicioli, e a agente da Pascom, Camila Taveira. 

O bispo referencial para a comunicação da CNBB, Dom Darci José Nicioli - C.Ss.R., anunciou o local do próximo Muticom, que será realizado em julho de 2019: Goiânia. 

Na noite do primeiro dia, uma presença mais do que especial. O Prefeito da Secretaria para a Comunicação da Santa Sé, Monsenhor Dario Eduardo Viganò, falou sobre a comunicação na Igreja na perspectiva do Papa Francisco. Ele elencou alguns aspectos comunicativos do Santo Padre.

"O papa Francisco redefiniu os códigos de comunicação para facilitar a comunicação com o outro. Encurtou distâncias. Ele não para no 'ouvir' o destinatário, mas tem a capacidade de escutar. A linguagem de Francisco sempre implica vontade de escutar, é capacidade de relação", afirmou.

Monsenhor Viganò também lembrou o dia que o Papa Francisco se apresentou ao mundo, naquela noite, onde ele pediu que o povo presente na praça do Vaticano o abençoasse.

"Na sua apresentação ao mundo, ele inverteu a hierarquia dos papéis. O silêncio é marcante na comunicação de Francisco. A surpresa enfatiza o aspecto não convencional da comunicação do Papa", ressaltou.

Já na quinta-feira pela manhã, Irmã Helena Corazza, explorou a Edocumunicação na vida da Igreja. 

"Educomunicação é pensar a pastoral a partir da comunicação. A comunicação deve ser sempre transversal. É um eixo que liga as pastorais e nos une. Ser transversal nos abre para o outro. E a comunicação nas pastorais nos abre para essa realidade", reforçou. 

Já na manhã de sexta-feira, o repórter da NSC TV (afiliada da Rede Globo), Ricardo Von Dorff, abordou, entre outras coisas, os perigos do fakenews para a comunicação atual.

"Os fakenews são notícias construídas para enganar o público e que ao mesmo tempo atende a algum interesse escuso (político ou monetário). Uma situação que se reforçou com a eleição do Presidente Americano, Donald Trump, e do impeachmant de Dilma Roussef. As notícias falsas chegaram a ser mais compartilhadas do que as notícias verdadeiras", alertou. 

Mas os participantes não viveram apenas de reflexão. Também puderam participar de apresentações culturais, como o balé Bolshoi e o Grupo musical "Cantores de Deus".

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Publicado no dia 19/08/2017