ARQUIDIOCESE
de Pouso Alegre

Paróquias da Província Eclesiástica acolhem novo caminho da fé - por Pe. Andrey Nicioli


A maior rota de fé do Brasil vai passar por municípios da Província Eclesiástica de Pouso Alegre. Carrancas, Cruzília, Baependi, Caxambu, São Lourenço, Pouso Alto, São Sebastião do Rio Verde, Itamonte, Itanhandú e Passa Quatro são as cidades contempladas no Sul de Minas. 

O caminho vai unir romeiros, turistas e cultura local de mais de 100 mil quilômetros que passam por 38 municípios de Minas Gerais e São Paulo a partir do dia primeiro de setembro. O projeto, denominado "Caminho Religioso da Estrada Real (CRER), visa valorizar a cultura cristã, trajetos, locais e costumes. O trajeto reúne 300 séculos de cultura cristã, festividades, belas paisagens e artes sacras. A "romaria 550" abre o percurso que começa no Santuário Estdadual da Padroeira de Minas Gerais, Nossa Senhora da Piedade, em Caeté, e termina no Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, em Aparecida (SP). 

Segundo a Secretaria de Turismo de Minas Gerais, o investimento em melhorias e informações no percurso é de R$ 2,6 milhões, e mais de R$ 1 milhão em obras no entorno do Santuário de Caeté. O CRER pretende ampliar o desenvolvimento econômico do setor e melhorar as condições de acesso, visitação, hospedagem e gastronomia para peregrinos e gerar emprego e renda nos municípios integrantes do projeto. 

A "Romaria 550" vai inaugurar o percurso de fé entre Minas Gerais e São Paulo. No dia 1 de setembro, diversas secretarias paroquias e pontos de apoio do CRER oferecerão o passaporte para o peregrino marcar o caminho percorrido. Quem apresentar o passaporte carimbado totalmente, recebe o certificado de conclusão do trajeto. 

Ouça a reportagem completa feita pela repórter Nayara Andére, da Rádio Difusora Hd

 

 

 

 

 

 

 

Publicado no dia 24/08/2017