ARQUIDIOCESE
de Pouso Alegre

Arcebispo Metropolitano emite mensagem de Natal e Ano Novo - por Pe. Andrey Nicioli


O Arcebispo Metropolitano de Pouso Alegre, Dom José Luiz Majella Delgado - C.Ss.R., emitiu na manhã desta quarta-feira (20) sua mensagem de Natal e Ano Novo a todos os fiéis, clero e religiosos(as) da Arquidiocese. Ele pede que essa mensagem seja lida em todas as comunidades paroquiais por ocasião das festividades de fim de ano. 

 

Aos padres, aos religiosos/as e outros Consagrados/as, seminaristas

A todos os fiéis leigos e leigas da Arquidiocese de Pouso Alegre

Celebrar o natal é abrirmo-nos à contemplação do maior de todos os mistérios que envolve o homem e a mulher e que se revela na Encarnação de Jesus de Nazaré, o Verbo Eterno de Deus que nasce na natureza humana. 

O Natal é um acontecimento feliz que aponta para um futuro melhor para a humanidade. Exorto pois, a todos, discípulos missionários de Jesus Cristo, que ofereçamos como gestos concretos a proposta libertadora aos que sofrem e são excluídos, os pobres, os migrantes e pessoas em situação de rua, que anseiam pela redenção de suas vidas; os andarilhos e o s que vivem nas "periferias" de nossas paróquias que anseiam pela dignidade humana e a todos os que se inquietam pela busca da verdade, que sejamos, através do testemunho, sinais de Deus a orientar o homem e a mulher no contexto do mundo atual, a percorrer os caminhos que levam até o presépio, onde se encontra o Menino Deus. 

Em 2018 convidamos a todos, enquanto pessoas de fé, a aprofundarmos a virtude da ESPERANÇA, vivendo o segundo ano do tríduo preparatório para a celebração do Jubileu dos 120 anos de criação de nossa Diocese. Somos convidados, em meio às realidades visíveis, a pensar nas invisíveis, com a esperança de chegar um dia a ver o que, agora, acreditamos com a virtude teologal da fé. As esperanças do verdadeiro cristão se concentram em Cristo, pois só n'Ele está a glória prometida pelo Pai aos seus filhos (cf. Cl 1, 27; 1Tm 1, 1). Trata-se de colocar Cristo, antes de mais nada, "no centro" de nossa vida pessoal e de nossa visão de mundo, no centro da esperança. Sejamaos anunciadores da esperança em uma socidade multifacetada como a nossa, sendo "uma Igreja em saída", e não fechada em si mesma, como tantos nos tem alertado o Papa Francisco. Neste Ano Arquidiocesano da Esperança, unidos também à Igreja no Brasil, que celebra o Ano do Laicato, renovemos a nossa busca de construir sempre mais a paz, e, com isso, irradiar a esperança.

Imploro do Menino Deus que a todos abençoe.

Com orações desejo um Feliz Natal e um próspero Ano Novo.

Dom José Luiz Majella Delgado - C.Ss.R.

 

 

 

 

Publicado no dia 20/12/2017