ARQUIDIOCESE
de Pouso Alegre

Igreja de Brazópolis será elevada à Santuário no próximo sábado - por Pe. Andrey Nicioli


A Igreja Nossa Senhora Aparecida, em Brazópolis, será elevada à dignidade de Santuário no próximo sábado (07), em cerimônia presidida pelo Arcebispo Metropolitano de Pouso Alegre, Dom José Luiz Majella Delgado - C.Ss.R., às 19h. Este será o décimo Santuário na Arquidiocese, que também possui em seu território uma Basílica, sendo o primeiro eregido pelo atual Arcebispo.

Os Santuários no território arquidiocesano são em Ouro Fino (São Francisco de Paulo e Nossa Senhora de Fátima), Córrego do Bom Jesus (Bom Jesus), Extrema (Santa Rita de Cássia), Pouso Alegre (Imaculado Coração de Maria), Itajubá (Nossa Senhora da Agonia; Nossa Senhora da Piedade), Santa Rita de Caldas (Santa Rita de Cássia), Santa Rita do Sapucaí (Santa Rita de Caldas) e Monte Sião (Nossa Senhora da Medalha Milagrosa). A Basílica, em Borda da Mata, leva o título de Nossa Senhora do Carmo. 

 - Clique aqui e saiba como chegar ao Santuário Nossa Senhora Aparecida

Segundo o Coordenador do Conselho Comunitário de Pastoral (CCP), Leandro Antônio Faria Negrão, a notícia dada pelo pároco emocionou muitos dos que participavam da missa.

"O povo recebeu com muita alegria e emoção. Muitas pessoas esperavam que um dia fosse reconhecida a dignidade de Santuário. Quando Pe. Elton comunicou os fiéis na missa, muitos se emocionaram e até choraram de alegria. No final houve uma grande salva de palmas", disse.

Para celebrar esta data, um tríduo vem sendo realizado, sempre com início às 18h com a oração do Terço, oração do Regina Caeli e a Santa Missa (19h). 

No dia 7 de abril, as festividades começam logo cedo, confira:

09h: Celebração Mariana com catequistas, catequizandos e pais;

12h: Oração da Regina Caeli;

16h30 às 17h45: Acolhida e registro das romarias. Lanche no Centro Catequético Nossa Senhora Aparecida;

18h: Procissão Solene com saída da Vila Vicentina;

19h: Solene Celebração Eucarística de Elevação à Dignidade de Santuário e posse do 1º Reitor;

21h: Noite dos Caldos no Salão de Festas; 

Histórico

A origem da devoção a Nossa Senhora Aparecida em Brazópolis remonta aos anos de 1830, quando três senhoras: Anna, Francisca e Maria Isabel encontraram, onde atualmente é a Vila Vicentina, no córrego que por ali aos fundos ainda passa, uma pequena imagem da Imaculada Conceição e que segundo rezam as tradições passou a ser uma rica herança da família. De posse da imagem, a casa dessas humildes senhoras passou a ser o primeiro Santuário da Virgem Maria no município, ocorrendo em grande fluxo as romarias da localidade e região, tanto para suplicar uma graça, quanto para agradecer e pagar pelo voto recebido.

Em meados de 1862, construiu-se nas proximidades de onde hoje fica o atual Santuário um pequeno oratório de pau-a-pique e coberto com sapê. Com o aumento das romarias, em 1868, construiu-se uma capela maior, concluída por volta de 1872. Novamente ficando pequena, deu início a construção do novo templo. A bênção da Pedra Fundamental é datada de 23 de maio de 1915, sob o pontificado do Santo Papa Bento XV, e do bispo diocesano de Pouso Alegre, Dom Antônio Augusto Assis, sendo sua inauguração em 07 de abril de 1918.

Inúmeras romarias vinham a Villa Braz prestar seus louvores à excelsa Rainha dos Céus, que fixou sua morada também nesta cidade. O seu belo altar-mor, artisticamente talhado em madeira escura, no estilo gótico, possuindo em seu teto uma pintura de rara beleza, obra do notável pintor itajubense, Luiz Teixeira, retratando a Assunção de Nossa Senhora, sendo uma cópia da tela de Bartolomé Esteban Murillo. Desde então, o Santuário de Nossa Senhora Aparecida passa a oferecer à Cidade Presépio a magnitude de suas linhas arquitetônicas, que muito contribuíram para enriquecer o contexto urbanístico local.

Nas comemorações do Centenário de inauguração da 3ª capela, no dia 07 de abril de 2018, por decreto do Arcebispo Metropolitano de Pouso Alegre, Dom José Luiz Majella Delgado, a Capela de Nossa Senhora Aparecida foi elevada à Dignidade de Santuário, tendo como seu primeiro Reitor, o Revmo. Pe. Elton Cândido Ribeiro.

 

 

 

 

 



 

Publicado no dia 05/04/2018