ARQUIDIOCESE
de Pouso Alegre

Há 41 anos falecia monsenhor Alderigi Torriani - por Pe. Andrey Nicioli


Aquela noite do dia 3 de outubro de 1977 marcou os corações do povo de Santa Rita de Caldas e de toda a Arquidiocese de Pouso Alegre. Às 23h30 falecia monsenhor Alderigi Maria Torriani, aos 82 anos de idade.

Por alguns dias, esteve internado em Poços de Caldas (MG), mas teve alta e quis voltar para o seio de seu amado povo. Chegando na cidade, passou pelo santuário e foi para sua pobre casa, onde faleceu.

E para recordar a data de falecimento do Servo de Deus, uma programação toda especial nesta quarta-feira (03).

06h: oração do terço no Santuário

12h: repique dos sinos, toque do silêncio e foguetes

18h: procissão luminosa e oração do terço, saindo da rotatória do calvário, em direção ao Santuário.

19h: Santa missa no Santuário de Santa Rita de Caldas,

Nas redes sociais, são muitas as mensagens de carinho e admiração por este homem de Deus.

“Lembro como se fosse hoje do semblante doce e meigo de um coração enorme do padre que sempre ajudou os pobres e quem precisasse dele. #foi muito bom te conhecer. Descansa nos braços do Pai”, escreveu Mariinha Pereira.

Fama de santidade que já possuía ainda quando era vivo. Muitas são as pessoas que relatam ter recebido graças de Deus após terem pedido sua bênção e seus conselhos. No dia de sua morte, os poucos pertences que Padre Alderigi possuía foram divididos entre o povo que queria conservar uma relíquia do querido pároco.

Ainda hoje, as pessoas levam tais relíquias até aqueles que se encontram gravemente enfermos e muitíssimos são os relatos de graças alcançadas através da intercessão de Padre Alderigi. Depois de sua morte, tal fama de santidade continua a se espalhar, atingindo não só o sul de Minas, mas todo o Brasil.

 

 

 

Publicado no dia 02/10/2018