Santuário Santa Rita de Cássia – Santa Rita do Sapucaí

Reitor: Padre Omar Siqueira

Informações gerais
Praça Santa Rita, S/N
Centro
37540-000 – Santa Rita do Sapucaí
(35) 3471-1134
[email protected]
www.santuariodesantarita.com.br

Um pouco de história

Toda a história deste Santuário começou no ano de 1822, quando um casal de portugueses, Joaquim Manoel da Fonseca e Genoveva Maria da Fonseca, desembarcou às margens do rio Sapucaí. Reza a lenda que a primeira imagem de Santa Rita veio dentro de um saco, em meio a outros objetos de uso.

E na luta diária da fazenda, senhor Joaquim caiu em grave enfermidade. Sua esperança? Uma promessa à Santa Rita de Cássia, caso ficasse curado, doaria oito alqueires de suas terras para erguer uma capela em honra à santa. E ai tem início mais uma cidade sul-mineira. A capela foi construída no ano de 1824.

Um ano depois, o padre Atanásio inicia os trabalhos pastorais no povoado que se formou em torno da futura capela de Santa Rita. Mas quem teve a honra de presidir pela primeira a vez a Eucaristia no novo templo foi o padre Mariano Accioli de Albuquerque, então pároco de Natércia. Em 1839, enfim, estava criada a nova Paróquia de Santa Rita de Cássia.

Mas a primeira grande festa da Padroeira ocorreu em 1957, com o Monsenhor José Carneiro. Foi em seu paroquiato que a urna com a imagem fac símili do corpo de Santa Rita e as relíquias ex ossibus (fragmento do fêmur) foram entronizados na Igreja Matriz.

A Igreja Matriz passou por uma grande reforma no ano de 1972 e outra em 2005, quando se deu início ao processo de elevação à Santuário, com o Cônego Vonilton Augusto Ferreira. No dia primeiro de maio de 2009, às 9h, na Igreja de São Benedito, teve início a instalação do Santuário Arquidiocesano de Santa Rita de Cássia. Numerosos fiéis, seminaristas, padres da Arquidiocese de Pouso Alegre, autoridades, bem como o pároco emérito, Monsenhor José Carneiro Pinto, o pároco em exercício, Cônego Vonilton Augusto Ferreira, o vigário Paroquial, Padre João Luiz Ferreira Peçanha, e o então Diácono Elton Cândido Ribeiro acompanharam a relíquia de Santa Rita de Cássia em procissão rumo ao novo Santuário.

Lá chegando, o Arcebispo Metropolitano de Pouso Alegre, Dom Ricardo Pedro Chaves Pinto Filho – Opraem, realizou o rito de abertura das portas, rezando com o pároco o salmo 23. Após a leitura do decreto de elevação a santuário, foram relembrados alguns fatos marcantes da história deste santuário.

“Desde criança fui coroinha na matriz. Lembro-me de como era bom poder encontrar pessoas de fora que vinham para as missas no final de semana ou sempre no dia 22. Em 2005 começou uma reforma na matriz e o padre Vonilton, que era pároco na época, sempre dizia que daria um presente para a cidade. As pessoas que alcançavam graças sempre relatavam nas quinzenas de Santa Rita, contando belas historias de Graças concedidas por intercessão de Santa Rita”, lembra o atual sacristão do Santuário, Leonardo Pedro Covelo.

Para os devotos que por ali passam, o Santuário torna-se o encontro perfeito de encontro com Jesus Cristo. O casal Rosana e Carlos mudou-se para Santa Rita e ali receberam também graças.

“Aqui amadurecemos nossa fé ouvindo pregações de diferentes pastores que afervoravam nossa convicção de que Santa Rita intercedia a Deus por nós. Presenciamos testemunhos de curas alcançadas por intermédio dela e tudo isso só nos motivava mais a buscarmos a Deus através dessa experiência de fé em Santa Rita, pois foi na confiança na sua poderosa intercessão que, quando nossa filha nasceu, em homenagem a santa das causas difíceis, a quem aprendemos a amar e confiar, é que demos o nome a ela de Bárbara de Cássia”, contaram.

Mas é impossível não se tornar romeiro neste Santuário, até mesmo para quem passa por ali todos os dias ou participa daquela comunidade paroquial.

O santuário é local de peregrinação para lucrar indulgências e que mesmo os moradores de Santa Rita do Sapucaí também são romeiros quando saem de suas casas para irem até o santuário. Cada fiel deve ter a consciência de que o exemplo de Santa Rita leva a Deus, não devendo ficar apenas numa devoção simplória. A vinda até o Santuário é um propósito de encontro com Deus, sabendo sempre que Santa Rita de Cássia fez este encontro com Deus em toda sua vida, pois santa Rita procurou as coisas do alto e esse é o exemplo a ser seguido.

Santa Rita do Sapucaí está situada à margem da Rodovia BR 459, que é o caminho para o Santuário Nacional de Aparecida, e a 25 km da rodovia Fernão dias que, liga São Paulo à Belo Horizonte. Sua posição estratégica faz do Santuário de Santa Rita um local de romeiros que estão a caminho de outros santuários e param por ali para também conhecer a devoção a Santa Rita de Cássia.