Dom Majella é escolhido para participar da Assembleia Eclesial

15 de setembro de 2021

Nessa terça-feira (14), dom José Luiz Majella Delgado, C.Ss.R., arcebispo metropolitano de Pouso Alegre, foi escolhido para participar da 1ª Assembleia Eclesial da América Latina e Caribe nos dias 21 a 28 de novembro, a ser realizada na Cidade do México.

A escolha do arcebispo se deu entre os bispos do Regional Leste 2 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), que compreende as dioceses e arquidioceses de Minas Gerais, os quais participarão desse evento sinodal na modalidade virtual.

Dom Majella é um dos arcebispos desse regional e foi secretário executivo local para a V Conferência Geral do episcopado latino-americano e caribenho (CELAM), em Aparecida (SP), no ano de 2007. Essa conferência gerou o Documento de Aparecida, que é a referência principal para as atividades da 1ª Assembleia Eclesial, a pedido do papa Francisco.

Outros bispos e arcebispos escolhidos

Também foram escolhidos: dom José Carlos de Souza Campos (presidente do regional e bispo de Divinópolis), dom Otacílio Ferreira de Lacerda (bispo diocesano de Guanhães e presidente da Comissão sócio-transformadora) e dom Vicente de Paula Ferreira (bispo auxiliar de Belo Horizonte). Além deles, também participarão dom Walmor Oliveira de Azevedo (arcebispo de Belo Horizonte e presidente da CNBB), dom João Justino de Medeiros Silva (arcebispo de Montes Claros e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para Cultura e Educação) e dom Joaquim Giovani Mol (bispo auxiliar de Belo Horizonte e presidente para a Comissão Episcopal Pastoral para a Comunicação).

O que é a Assembleia Eclesial?

A Assembleia Eclesial é um evento sinodal da Igreja Católica na América Latina e no Caribe, a pedido do papa Francisco, para ouvir o Povo de Deus e fortalecer o caminho de vivência da fé e do Evangelho, com metodologia representativa, includente e participativa.

Seus objetivos são contemplar e aprofundar a realidade dos nossos povos, principalmente no contexto da pandemia do COVID-19, e reavivar os compromissos pastorais da Igreja.

Esse evento sinodal reúne toda a Igreja que peregrina na América Latina e no Caribe: cristãos leigos e leigas, religiosos e religiosas, seminaristas, diáconos, sacerdotes, bispos, cardeais e pessoas de boa vontade.

É a primeira vez que ocorre um caminho sinodal amplo na América Latina e Caribe, que resgata e fortalece a sua caminhada pastoral, construída ao longo das últimas décadas em comunhão com os seus bispos, por meio das conferências gerais do episcopado. Já aconteceram 5 conferências desse tipo: Rio de Janeiro (1955), Medellín (1968), Puebla (1979), Santo Domingo (1992) e Aparecida (2007).

A Assembleia Eclesial deseja fazer memória dessa caminhada pastoral latino-americana e caribenha e olhar contemplativamente a realidade atual com seus desafios, principalmente a pandemia do COVID-19, para reavivar seus compromissos pastorais e, assim, em Jesus Cristo, para que os povos tenham vida plena e haja novos caminhos até 2031 e 2033.

Esse evento sinodal prepara a Igreja para a celebração de dois grandes eventos: 500 anos da aparição de Nossa Senhora de Guadalupe a São João Diego (2031) e os 2000 anos da Morte e Ressurreição de Jesus Cristo (2033).

Escuta do Povo de Deus

Até o dia 30 de agosto, fiéis católicos, religiosos, ministros ordenados e pessoas de boa vontade foram incentivados a participar da fase de escuta desse evento por meio de resposta ao questionário on-line de escuta, disponibilizado no site oficial da Assembleia Eclesial (acesse o site).

Realização da Assembleia Eclesial na Cidade do México

De 21 a 28 de novembro, representantes da Igreja católica na América Latina e no Caribe vão se reunir presencial e virtualmente para as atividades desse evento. Presencialmente, representantes estarão na Cidade do México, no Santuário de Nossa Senhora de Guadalupe. Virtualmente, participarão representantes de diversas Igrejas Particulares latino-americanas e caribenhas. Os participantes irão acolher a escuta do Povo de Deus e oferecer orientações pastorais para nossas comunidades. É nessa fase da Assembleia Eclesial que dom Majella irá participar.

Atividades realizadas pela arquidiocese

Na arquidiocese de Pouso Alegre, nos meses de julho e agosto, foi realizado um processo de animação desse evento sinodal para envolver seus membros e incentivá-los a participar da escuta do Povo de Deus.

Para esse processo de animação local, foi constituída a Comissão Arquidiocesana de Animação da Assembleia Eclesial, composta por côn. Wilson Mário de Morais (vigário geral e pároco da paróquia Santo Antônio, Pouso Alegre), pe. Marcos Roberto da Silva (pároco da paróquia São José, distrito do Pantâno, Pouso Alegre) e pe. Thiago de Oliveira Raymundo (vigário paroquial na paróquia São José, Congonhal). Essa comissão envolveu mais de 60 voluntários (leigos, religiosos, seminaristas, padres, arcebispo, pessoas de outros lugares do Brasil e de outros países da América Latina e Caribe) em encontros virtuais no canal da arquidiocese no YouTube. Foram realizadas lives com rodas de conversa e momentos de oração, que já contam com mais de 9.000 visualizações (assista às lives).

Em seu relatório final, os membros da Comissão Arquidiocesana de Animação da Assembleia Eclesial destacaram:

Chegamos ao final de uma fase de um evento sinodal da Igreja e concluímos que foi possível fazer um exercício sinodal em nossa Arquidiocese, mesmo com pouco tempo disponível para isso. Conseguimos envolver a nossa Igreja Particular num evento importante da Igreja latino-americana e caribenha. Conseguimos ouvir o Povo de Deus, dialogar com sujeitos eclesiais de diferentes segmentos, trocar experiências missionárias, rezar e semear esperança em tempos tão difíceis que vivemos. Este caminho realizado nos mostra o rompimento de um paradigma negativo deste tempo presente que vivemos: o cansaço, o pessimismo e o isolamento. Conseguimos reunir, mesmo que virtualmente, leigos, religiosos e ministros de nossa Igreja que trazem o desejo de uma Igreja mais sinodal. Esperamos ter contribuído com a Igreja latino-americana e caribenha. Desejamos que os caminhos sinodais sejam fortalecidos e concretizados em nossa Igreja.

A imagem destacada nesta notícia é do dia 31 de agosto, da live de encerramento da animação arquidiocesana da Assembleia Eclesial que reuniu o arcebispo e outros participantes, que conversaram sobre o tema: sinodalidade: passado, presente e futuro da Igreja. Da esquerda para direita e de cima para baixo, estão: pe. Thiago de Oliveira Raymundo, pe. Marcos Roberto da Silva, dom José Luiz Majella Delgado, hermana Gloria Liliana Franco Echeverri, odn (Presidenta da Conferência latino-americana dos Religiosos – CLAR), Djalma Pelegrini (paróquia Santo Antônio, Pouso Alegre), pe. Leandro Luís Mota Ribeiro (paróquia Nossa Senhora das Graças, Itajubá) e irmã Maria Inês Vieira Ribeiro, mad (Presidente da Conferência Nacional dos Religiosos do Brasil – CRB).